20set

Resolva suas dívidas

Uma forma simples de se eliminar suas dívidas e conhecendo elas, confira aqui!

Tipos de dívidas

Certo, é muito simples ficar com dividas, os dias que vivemos o apelo que é feito para que se adquira um produto ou serviço é extremos, ainda mais em tempos de crise as técnicas e estratégias para venda são aprimoradas para continuar a se bater as metas do comercio. Entre as dívidas que fazem parte do dia-a-dia estão o cartão de credito e o cheque especial, a facilidade de uso e a sensação de dinheiro disponível acaba sendo quase irresistível o seu uso diante desse cenário.

consumismo

Ainda tem as dívidas com:

Com crédito consignado;

Cartões de lojas;

Cheque pré-datado;

E ainda tem aqueles que pedem empréstimo para amigos e familiares.

 

Segundo o SPC quando se trata de dívidas atrasadas, o consumidor chega a ter 38% de parcelas a serem pagas com o cartão de credito de loja, aqueles que são disponibilizados pela empresa o incentivando a consumir nela de alguma forma, já 19% tem parcelas a vencer nos cartões de credito de credenciadoras como VISA e Master

dividas-de-cartao-de-credito-principais-dicas

Segundo pesquisa do SPC Brasil, 38% das pessoas inadimplentes estão com dívidas em cartões de crédito ou cartões de loja.Outros 19% estão dependurados em cheques pré-datados ou carnês de loja.

 

 

Quando se falta planejamento adequando das finanças, as dividas geralmente saem do controle, pois as compras são feitas sem um parâmetro, causando toda essa desorganização. 90% dessas pessoas admitem que em algumas dessas dividas já estão com mais de 3 meses de atraso. Portanto todos devem estar atento aos gastos pois isso pode acontecer

Você quer se livrar das dívidas?

Primeiro passo, se organize e pague suas dívidas, a dica é sempre começar pelos valores mais altos onde existe uma maior incidência dos juros, muito não observam o estrago que eles fazem nas finanças, pois não são apenas o valor principal, mas os juros são o principais vilões do endividamento. Contas com Cartão de Crédito e cheque especial precisam ser resolvidos primeiro. Procure seu gerente e faça uma proposta e renegociação, visando um prazo longo e parcelas menores.

As dividas menores é o segundo ato, após resolver as maiores se organize para ir quitando dentro de um fluxo pré estabelecido. É um processo que não tem um prazo definido, mas os dois primeiros meses são essenciais para que todo o restante se mantenha organizado.

Muitos confundem crédito com renda

credito-nao-e-renda

Recebeu um cartão com um limite generoso, muito bem, ele não é seu! Assim como o limite do cheque especial não devem ser considerado em hipótese alguma como uma renda complementar, no caso do cartão quando utilizar nunca ultrapasse a sua capacidade de pagamento, e quando vier a fatura sempre pague ela integralmente, já o cheque especial quando necessário a sua utilização nunca deixe ultrapassar dois ou três dias, caso seja identificado que será preciso usar mais dias, considere uma opção de credito mais barata como credito consignado por exemplo.

Quando esse credito é usado de forma errada, logo ele se transforma em uma dívida, e essa dívida precisa ser gerenciada rápido pois os juros são altos e causa muitos danos. Vou deixar uma planilha pra você no final do artigo, me mande um e-mail!

Não empreste dinheiro, e muito menos seu nome!

É uma situação constrangedora, quando um amigo ou parente pede dinheiro emprestado ou seu nome para adquirir determinado bem, é importante você estar ciente de sua condição financeira, pois essa atitude de querer ajudar poderá sem dúvida te colocar em mais problemas

 

Infelizmente muitas pessoas hoje estão com seus nomes negativados junto a órgãos de controle por causa de terceiros, o SPC Brasil segundo suas pesquisas, 20% de quem deve ainda empresta dinheiro a terceiros e 96% desses não tem nenhum tipo de documento que possa resguardar, a camaradagem pode trazer problemas. Evite essa prática.

Dicas Importantes

dicas-financas

Dica 1. É sempre importante tomar cuidado com o Credito, sua utilização deve ser consciente, nunca ignore os juros, fazendo apenas a conta se a parcela vai caber na sua renda, os juros nesses casos são muito altos e o tempo para pagar deve ser levado em consideração pois será um período que você não poderá contrair mais dividas sem colocar em risco a sua capacidade de pagamento.

Dica 2. Evite usar o cheque especial, o dinheiro aparece como disponível mas não te pertence, quando usar se necessário, que o faça pelo menor tempo possível.

 

Dica 3. O cartão de credito é uma ferramenta excelente, mas deve ser usado para aquilo que ele foi criado, usando os prazos, parcelamentos, porem sempre use o valor que caiba no seu orçamento e nunca deixe de pagar a fatura em sua totalidade, caso contrário é melhor não fazer uso do cartão.

 

Dica 4. Negocie sempre, seja na aquisição de um produto ou na renegociação de uma dívida, essa prática sempre lhe trará algum benefício.

 

As decisões ficam mais simples quando tem um planejamento, no entanto muitos ignoram essa ferramenta, se você quer sair das suas dívidas e organizar suas finanças, eu posso te ajudar!

Mande um e-mail para nós que vou te encaminhar uma planilha simples, mas poderosa que é requisito indispensável para seu planejamento financeiro pessoal.

[epico_capture_sc id=”104″]

Mailson M. Brandão

 

ABOUT THE AUTHOR

admin

Leave A Comment