vida
16abr

Quem comanda sua vida, você ou suas emoções?

Quem comanda sua vida, você ou suas emoções?

Imagine que um pai e família tenha se levantado de manhã bastante animado com a programação que havia planejado no dia anterior, de que iria acordar no horário, iria fazer uma hora de corrida, depois chegaria em casa tomaria um delicioso café da manhã com a sua família, colocaria as malas no carro. Esse era o dia que tanto esperava, seus filhos estavam irradiantes e ansiosos, afinal estavam saindo de férias para a praia. Tudo estava certo a revisão do carro, seguro, pneus novos, o lanche da estrada e os pontos de parada.

 

Quando todos já entraram no carro, na saída de casa, o filho diz que esqueceu seu brinquedo preferido e que gostaria de levá-lo e você, muito animado, retorna e pega o brinquedo do filho e pergunta: “Alguém mais esqueceu alguma coisa? ” Todos no carro dizem que não!  Ao seguir viagem, já na estrada sua filha nota que o carregador do seu celular ficou em casa, comenta com o pai e ele disse que havia perguntado se alguém tinha esquecido algo e todos disseram que não. Já um pouco irritado você afirma que na próxima parada ele compraria outro. Não andou muito e o pneu fura, então ele pára e precisa tirar todas as malas para pegar o estepe do carro, o que já o irrita. A viajem logo no começo já não era mais como havia planejado. Nesse momento a alegria é trocada por nervoso, raiva, frustração.

 

Isso lhe parece comum? Aconteceu algo parecido com você? Esses imprevistos acontecem em nosso dia a dia o tempo todo.  Você sai para o trabalho e alguém te fecha no trânsito atrasando a sua chegada, o seu chefe lhe cobra algo assim que você chega na empresa, uma conta inesperada, um problema do seu veículo no momento mais necessário (todos são), um problema de saúde, enfim, motivos não faltam.

O problema disso é que quando esses imprevistos ocorrem perdemos o controle, é como se alguém assumisse o controle de nossa vida por alguns instantes. Então, o impulso é falar alto, gesticular, falar palavras que habitualmente não são ditas, ou outros ainda ficam calados, se recolhem e preferem ficar sozinhos para não fazer “bobagem”. Nesse processo onde as emoções estão à flor da pele se perdem muitos momentos preciosos. Quantos passeios em família são prejudicados, o que era para ser um momento de alegria e descontração se torna em um programa chato, forçado e sem sentido.

No trabalho, uma palavra dita pelo colega ou pelo seu superior que não te agrada pode ser o suficiente para a raiva, amargura tomar conta e prejudicar todo o seu desempenho naquele dia, pois suas emoções estão possivelmente no controle de seu dia.

E aí? Quem controla seu dia, você ou suas emoções? Na maior parte do tempo costumamos agir da maneira que geralmente estamos acostumados. Nesse momento costumamos falar, trabalhar da melhor forma, reagimos ao que está ao nosso redor da maneira que estamos acostumados, mas quando algo sai do nosso “controle” permitimos que um outro eu tome posse de nossas atitudes, que no final do dia ou depois de um tempo quando a “poeira” assenta e retomamos nosso comportamento costumeiro é comum se frustrar e sentir remorso pelo comportamento fora do comum.

 

Como coaches, aprendemos sobre a premissa do quanto precisamos ser o ator principal.  O seu Eu é quem precisa estar no controle de sua existência, não permitindo que hora a raiva assuma o controle quando alguém não faz o que você esperava dela, ou que quando alguém te fecha no transito, quando um relatório não está de acordo com suas expectativas, quando alguém se atrasa, ou quando um cliente não fecha o contrato que esperava, enfim, as emoções não podem ser o ator principal de sua vida, enquanto você se senta na plateia e assiste elas dominarem sua vida.

Desenvolver a inteligência emocional é fundamental para ser uma pessoa mais produtiva em seu trabalho ou sua profissão, uma pessoa mais amável e compreensiva em sua casa, alguém que seja relevante na sua comunidade.

Nossos clientes têm alcançado resultados surpreendentes com as técnicas desenvolvidas pelo Dr. Augusto Cury. Assim, aprenderam a superar alguns de seus medos, tornando-se profissionais melhores e mais produtivos, relacionamentos são vistos com um olhar diferente sendo mais autoresponsáveis por suas ações, aprendendo que eles são os únicos responsáveis por fazer seu relacionamento melhorar. Diálogos são retomados como uma ferramenta de mudança em todas as áreas de sua vida.

Acreditamos que você pode e merece viver uma vida extraordinária em todas as áreas de sua vida!!! Se quiser melhorar como profissional, no seu relacionamento, seu clima organizacional, aumentar sua produtividade, focar naquilo que é necessário eliminando as distrações, quero te convidar para agendar uma sessão gratuita conosco.

O Ex-CEO da Google, Eric Schmidt aconselha a ter um Coach, ele cita que uma das decisões mais importante que ele teve foi quando um de seus assessores o sugeriu para ter um coach.

 

Mailson e Patricia Brandão Coach´s em Inteligência Emocional e Multifocal
Mailson e Patricia Brandão Coach´s em Inteligência Emocional e Multifocal
Mailson e Patricia Brandão é Coach em inteligência Multifocal pelo instituto Menthes do Dr. Augusto Cury, Mailson também é Coaching Integral Sistêmico – Método CIS
www.mailsonbrandao.com.br – Instagram: @mailsonbrandao@Patriciamuller13
Facebook: /MailsonMBrandao – contato@mailsonbrandao.com.br – Whatsapp: 66 9.9918-9981
Mailson Müller Brandão Mailson

ABOUT THE AUTHOR

Mailson Müller Brandão Mailson
Mailson Brandão é Pastor, coach em inteligencia multifocal. Sim! Você pode e merece ter uma vida extraordinária!

Leave A Comment